Até 2040 as empresas precisarão compensar pelo menos 50% das embalagens que colocam no mercado

Em 2012 foi formada a Coalizão Embalagens, um grupo de organizações representativas do setor empresarial que, em 2015, assinou o acordo setorial federal para implantação do Sistema de Logística Reversa de Embalagens em Geral. Esse acordo é um compromisso para implementar a logística reversa no Brasil e atender à Política Nacional de Resíduos Sólidos.


Naquele momento, o acordo estipulou como meta a compensação de pelo menos 22% das embalagens que as suas empresas colocassem no mercado consumidor.


Atualmente, essa ainda é a quantidade mínima considerada no Brasil para a logística reversa de embalagens. No entanto, o novo Decreto Federal 11.043/2022, que aprovou o novo PLANARES - Plano Nacional de Resíduos Sólidos, estabeleceu metas mais amplas para o setor.


Progressivamente, o objetivo é que até 2040 estas empresas estejam compensando no mínimo 50% das suas embalagens.


O InPAR é a melhor opção das empresas e indústrias do Paraná para fazer o seu plano de Logística Reversa! Entre em contato e saiba mais!